Tuesday, May 17, 2011

FROM COLOR BLOCK TO COLOR EXHAUSTION

From left to right: Thakoon, Rag & Bone; Alexander Wang, Proenza Schouler, Calvin Klein, Calvin Klein, Calvin Klein, Alexander Wang, Prabal Gurung, Acne and Rag & Bone.

Back in September, assumi aqui no LX que a colecção de Francisco Costa para a Calvin Klein tinha sido a minha preferida durante a always so boring NYFW. Claro que depois veio a reminiscência das cores YSL pela casa italiana Gucci, seguida do minimalismo de Raf Simons que colocou Jil Sander novamente no mapa - e eu apostava dez anos sem Zara (you don't wanna hear me on this one) em como a maioria nunca tinha ouvido falar/sabia alguma coisa da marca - e da colecção Prada que fez a célebre expressão de R. Zoe ganhar sentido! Oh yeah, it was BANANAS!

Talvez seja consequência natural de um Verão 2010 em tons nude e de uma vontade avassaladora de parecer uma Carmen Miranda ambulante, mas acho que a maioria se perdeu com a cor. Balanço de 2011 em compras até agora? Hum... A sweater Isabel Marant, o vestido branco da ASOS, os calções e jumpsuit da COS e nada mais. Quatro peças apenas, cor nem vê-la. E assim se percebe que I don't give a f*** to colorblock and to shopping.

Não se entenda com isto que rejeito a cor, mas combinações a la Zara - saia laranja, camisola rosa, sapatos verdes ou wuteva - não faz parte dos meus planos. Quero branco, muito branco, preto e alguns apontamentos de cor. Nada berrante, nada que grite oh I'm so into fashion. Linhas simples, minimais, algumas peças comfy.

Já vos tinha dito que andava apaixonada por algumas peças da ASOS e é verdade. E quase todas são ASOS PREMIUM, BLACK ou WHITE, ou seja, ligeiramente mais caras e muito mais difíceis de chegarem a Portugal!

 

Estou muito tentada a encomendar este segundo conjunto! Gostam?

11 comments:

  1. Como compreendo... Ando a dizer que não gosto da moda saco de mm's ha meses. Não vou mudar nada em mim por esta tendencia. Se me apetecer cor visto, se me apetecer um tom ou dois apenas (o habitual) uso tambem. Tudo que é demais cansaaaaaaaaaa...

    ReplyDelete
  2. Gostei imenso do post! Mas, apesar de amar branco e cores neutras, também gosto do festival de cor que para aí anda ;) Tem é de ser usado com MUITO bom senso...

    bjs*

    ReplyDelete
  3. Gostei tanto deste post...

    Principalmente por sentir que eu não poderia escrever o mesmo no meu blog. Eu gosto da cor, e sempre tive tendência para misturar cores que as outras pessoas não compreendiam, por isso gosto das referidas combinações à la zara.

    Mas acima de tudo, gosto de diversidade. E gosto de abrir o blogger r ver pessoas a darem a sua verdadeira oponião sobre as coisas, em vez de copiar aquilo que a vogue ditou como tendência. Até porque se eu reflectir no meu armário, nos meus outfits recentes e nas minhas compras, os tons pastel continuam muito presentes (e que ninguém se atreva a dizer que isso é sooo last season!)

    Moda é uma moda de expressão, e como tal é algo intemporal.

    BTW: O primeiro conjunto é bonito, mas o segundo é fantástico (p detalhe das costas do blazer é fenomenal) Eu diria para apostar nesse ;)

    bettywithlove.blogspot.com

    ReplyDelete
  4. Também ainda não aderi à "salada de cores" apesar de gostar de ver. Continuo mais preto e branco, vermelhos e as novas cores numa só peça, ou em acessórios.

    Adorei as tuas escolhas! O primeiro é mais eu :) Sou petite e os oversize não me favorecem... e amo branco! no entanto adorei o detalhe nas costas do 2º blazer!

    http://hiimab.blogspot.com

    ReplyDelete
  5. Achas mesmo que és só tu que conheces Jil Sander?? Grande lol!! Acho que escreves bem e adoro vir aqui ler, mas essa tua mania da superioridade chateia um bocado!... Bjo

    ReplyDelete
  6. Eu percebo o que dizes. Eu gosto de me inspirar nas tendências e adoptar aquelas que me apaixonam! Gosto pouco de usar coisas só porque todos à minha volta o fazem (aliás, quando isso acontece, tenho tendencia a enjoar).

    Também aderi pouco à cor, acho bonito nalguns casos, mas na maior parte das pessoas que por aí vejo, parece forçado.

    Acho que devias ir em frente no conjunto, a cor é linda!

    http://myfashioninsider.blogspot.com/

    ReplyDelete
  7. @ Anonymous Grande LOL, digo eu. In a good way, of course. Fizeste-me rir!

    Se se denotou alguma questão de superioridade, não foi por certo com essa intenção. É apenas a constatação de um facto que me parece notório. Até esta colecção, raramente se falava de Jil Sander. Mentira? É uma casa que admiro muito e a afirmação foi feita quase num tom de revolta, porque a meu ver Jil Sander já há muito que merecia tamanha atenção.

    Agora quanto à mania da superioridade, não colocaria as coisas nessa perspectiva. Tenho a mania que sou esperta desde que me lembro, mas nunca no sentido de me demarcar ou de inferiorizar. A Moda é algo que me apaixona desde miúda e é uma coisa que levo muito a sério. Para mim, não são trapos, é conhecimento. Se há coisa que me revolta é encarar-se a Moda com leviandade e é por isso projecto isso nos meus posts. Percebes?

    Obrigada por leres o LX e às vezes uma chamada de atenção também é necessária! Mas não sou o tipo de pessoa que se acha superior, nada mesmo.

    Beijinhos

    ReplyDelete
  8. Lol, adoro quando as pessoas confundem espírito crítico com "mania da superioridade", passei por esse martírio toda a minha vida;)

    Não me consigo adaptar ao color block, gosto de cores fortes misturadas com neutras, mas as cores da zara, por exemplo, ultrapassam o forte, aquilo é flurescente! Enfim, nada como a velha tshirt branca no verao

    ReplyDelete
  9. eu cá gosto do fluor...mas é nos dentes! e na roupa só com moderação misturado com os neutros...
    verão não é verão sem cor...mas tamém nã é preciso andar com uma bubadeira tremenda logo pela manha quando se vestem!

    eu cá ia pelo branquinho, apenas pq a cor de tijolo do segundo é um pouco carregada demais para agora (se bem que o corte é lindissimo)

    *

    ReplyDelete
  10. @ jm Obrigada pelo apoio! Tenho noção que o meu espírito crítico é muito vincado e, no que à Moda respeita, sou muito opinativa.

    O meu pai diz que tenho o coração ao pé da boca, mas tenho por norma apenas falar daquilo que sei!

    E quanto à velha tshirt branca... é incontornável! Adoro! Branca, cinza, preta... you name it.

    Beijinhos

    ReplyDelete
  11. Eu estou a ADORAR a tendência das cores fortes (sim, eu sei que sou suspeita nesta matéria) mas ainda não me vejo a misturá-las assim à maluca! Até agora tenho conjugado sempre uma peça de cor com outras de tons neutros, ou pelo menos mais suaves...mas não deixo de admirar quem consegue concretizar o color blocking sem me ferir os olhos.

    E ao mesmo tempo acho que esta explosão de cor já fazia falta num país onde, até há poucos anos atrás, ao olharmos para uma multidão não conseguíamos distinguir ninguém, e era tudo tão 'cinzento'. Lá está, para quem não aprecia esta tendência das cores, ao menos o branco é uma alternativa mais 'luminosa'.


    Em relação ao comentário do anónimo - só tenho pena que não se tenha identificado - até compreendo o que ele diz, porque tu és muito assertiva na maneira como escreves, de tal forma que por vezes pareces não ter compreensão/aceitação daqueles que pensam ou, neste caso, vestem de forma diferente da tua. Eu ás vezes sentia isso, e também me retraía no momento de comentar...depois conheci-te naquele dia, por acaso, e deu para ver que és um doce.

    Continuo a achar que tens as tuas opiniões e os teus conhecimentos muito vincados/firmes, mas não acredito que encares alguém como sendo inferior a ti só porque não ouviu falar de fulano ou sicrano, ou porque se veste assim ou assado...

    Kiss*

    ReplyDelete